PSORÍASE:
CAUSAS, SINTOMAS E TRATAMENTOS

Article Read Duration 5 min. de leitura

A psoríase consiste numa doença inflamatória da pele que é hereditária. Tende a exacerbar-se durante longos períodos de stress, infeção, lesões cutâneas ou quando são utilizados certos medicamentos. Os sintomas clássicos da psoríase são placas vermelhas em relevo cobertas por escamas esbranquiçadas, as quais podem ser encontradas em áreas como os joelhos, os cotovelos, o abdómen, a região lombar e o couro cabeludo. Estas placas psoríacas provocam comichão e podem causar ardor.

 

Qual é a principal causa da psoríase? Um sistema imunitário hiperativo que causa o aumento da renovação celular na superfície da pele. A psoríase pode ser tratada com cremes, fototerapia, determinados medicamentos orais tais como o metotrexato, tratamentos de spa ou "biológicos" injetáveis.A psoríase e o eczema possuem algumas características em comum, mas também diferenças notáveis que irá descobrir no nosso diagrama de resumo, neste artigo.

O QUE É A PSORÍASE?

A psoríase consiste numa problemática inflamatória crónica da pele. É "crónica" porque dura longos períodos de tempo e é "inflamatória" porque envolve uma reação excessiva do sistema imunitário. A psoríase tende a manifestar-se em pessoas com uma predisposição genética para a patologia (ou seja, é passada entre gerações). Com frequência começa na idade adulta e tende a exacerbar-se em fases de maior stress. Existem vários subtipos diferentes de psoríase (em placas, gutata, inversa, com pústulas e eritrodérmica). Neste artigo iremos concentrar-nos na psoríase em placas, que representa 90% de todos os casos.

Não sabe qual é a diferença entre o eczema e a psoríase? Nós explicamos!

CAUSAS DA PSORÍASE

O que causa as erupções da psoríase?

Estudos em gémeos revelaram que a psoríase é uma problemática hereditária ou genética. No entanto, gémeos com psoríase podem ter diferentes experiências da psoríase, uma vez que as erupções podem ser provocadas por vários fatores:

  • stress, excesso de trabalho ou trauma emocional
  • vestuário que fricciona contra a pele
  • determinados medicamentos comuns, incluindo os betabloqueadores, os AINE (ibuprofeno, diclofenac, etc.), o lítio e os tratamentos para a malária
  • infeções (infeções comuns do nariz e garganta)
  • lesões da pele tais como queimaduras solares ou tatuagens podem causar o aparecimento das erupções. Este é o chamado fenómeno de Koebner

SINTOMAS DA PSORÍASE

Qual é o aspeto da psoríase?

Na psoríase em placas, as pessoas desenvolvem lesões vermelhas e rugosas de pele espessada, cobertas por escamas brancas. Estas placas encontram-se com maior frequência em áreas sujeitas a fricção: joelhos, cotovelos, abdómen e região lombar. Podem também ser encontradas no couro cabeludo, nas mãos e nos pés. Aqueles que sofrem de psoríase com frequência desenvolvem alterações nas unhas sob a forma de sulcos pontiformes ou fissuração das unhas (conhecido como onicólise).
Se tiver psoríase, continue a ler para descobrir as suas opções de tratamento.

Tenho eczema ou psoríase? Tanto o eczema como a psoríase podem causar lesões cutâneas avermelhadas acompanhadas de comichão. No entanto, são condições distintas: vejas as diferenças entre eczema e psoríase

POR QUE MOTIVO SE FORMAM AS PLACAS DE
PSORÍASE?

Psoríase: Está relacionada com a velocidade de renovação celular

A psoríase é causada pela inflamação crónica. Isto é demonstrado pela presença de um tipo de células do sistema imunitário designadas de linfócitos T na pele psoríaca. A inflamação resultante acelera o processo de renovação celular, o que, por sua vez, acelera a produção de queratinócitos (as células mortas na superfície da pele).
Enquanto normalmente estas células demoram 28 dias a viajarem desde a camada basal da epiderme até à superfície (a camada córnea), na psoríase demoram apenas 3-4 dias.
Como resultado, as células mortas começam a acumular-se à superfície, causando a formação das placas escamosas vermelhas.

COMO CUIDAR DA PSORÍASE


Quais são as diferentes opções para a psoríase?

Não tem a certeza qual a opção de cuidados de pele para a psoríase que melhor se adequa a si? Continue a ler o nosso guia do especialista.

Cremes para a psoríase

A solução de primeira linha para a psoríase são os cremes específicos. O seu médico poderá prescrever-lhe cremes esteroides ou cremes à base de vitamina D3. Existem também alguns produtos excelentes de venda livre na farmácia, como o Lipikar Leite Ureia 5+. Ajuda a eliminar a escamação, previne o espessamento das placas e oferece uma hidratação de longa duração, com vista a aliviar de forma eficaz a comichão.

Fototerapia para a psoríase

Na fototerapia, a pele é exposta a uma dose controlada de radiação UVA/UVB. Isto pode abrandar a produção de células cutâneas e reduzir a formação das placas. Mas não interprete isto como uma recomendação para se expor ao sol: Na fototerapia, a dose de UVA/UVB é cuidadosamente calibrada pelo seu médico.

Medicação oral para a psoríase

Nas formas muito graves de psoríase, o seu médico poderá prescrever-lhe comprimidos. Estes consistem normalmente em medicamentos imunossupressores tais como o metotrexato, para estabilizar o sistema imunitário hiperativo.

Tratamento de spa ou balneoterapia para a psoríase

O tratamento de spa comprovou ser eficaz contra a psoríase. A água termal do spa possui propriedades apaziguantes e purificantes, que ajudam a reduzir o número e o tamanho das lesões da psoríase.

Pode também comprar Água Termal de La Roche-Posay na farmácia, para apaziguar e suavizar a pele.

Terapêuticas biológicas para a psoríase

Os casos muito graves de psoríase são tratados com terapêuticas conhecidas como "biológicas", que consistem na injeção de anticorpos. Põem um "pé no travão da inflamação" ao se associarem aos mediadores inflamatórios envolvidos na psoríase.

Eczema vs. Psoríase

 

 

Qual é a diferença entre o eczema e a psoríase?

Tanto o eczema como a psoríase causam lesões de pele avermelhadas acompanhadas de comichão, no entanto são problemáticas distintas. Consulte a tabela abaixo que contém as suas semelhanças e diferenças.

 

Eczema Psoríase
Quem é afetado Bebés e crianças pequenas. Desaparece, em 50% dos casos, aos 5 anos mas pode continuar até à adolescência e a idade adulta. Normalmente tem início entre os 15 e os 35 anos. É rara nos bebés e nas crianças pequenas.
O que sente Comichão intensa. Comichão mais moderada com ardor.
Qual é o aspeto das lesões Manchas avermelhadas com escamação, exsudado ou crosta. Poderão ser visíveis marcas de coçar e hemorragia. Placas vermelhas em relevo com uma superfície escamosa esbranquiçada. A pele é mais espessa e está mais inflamada do que no caso do eczema.
Em que zonas aparecem as lesões Nos bebés: Qualquer parte do corpo pode ser afetada, mas é particularmente comum no rosto e couro cabeludo Em crianças mais velhas: Tende a afetar o pescoço e as pregas da pele (o interior dos cotovelos, a parte posterior dos joelhos, etc.). Cotovelos, joelhos, couro cabeludo e rosto, região lombar, palmas das mãos e plantas dos pés. A psoríase também pode causar sulcos pontiformes e fissuração das unhas, o que não se verifica no eczema.
Fatores desencadeadores Tudo o que seque a pele, nomeadamente sabões agressivos, pode potenciar o eczema. Também pode ser potenciado por produtos irritantes, tais como detergentes de lavagem ou alergénios, tais como ácaros e determinados alimentos. Por último, o eczema pode exacerbar-se devido ao stress, em ambientes quentes e abafados, ou pela permanência do suor na pele após a prática desportiva. Tal como o eczema, a psoríase pode ser desencadeada pelo stress. Pode também ser provocada por infeções da garganta ou feridas na pele (arranhões, cortes, tatuagens…). Certos medicamentos podem causar as erupções de psoríase, nomeadamente os betabloqueadores, os AINE (ibuprufeno), o lítio e os fármacos anti-malária.
Tratamentos As erupções do eczema são normalmente tratadas com cremes de corticosteroides tópicos, seguidos de emolientes para a manutenção. Em casos extremos, o seu médico poderá prescrever medicamentos orais tais como o metotrexato ou "biológicos" (perfusões intravenosas de anticorpos) tais como o dupilumab. Os casos ligeiros e bastante circunscritos de psoríase podem ser controlados por corticosteroides e emolientes. Um emoliente queratolítico (descamação cutânea) é também útil no tratamento desta patologia. Os casos mais graves são tratados com medicamentos imunossupressores orais tais como o metotrexato, com fototerapia ou com "biológicos", nos casos mais extremos.

 

VERDADEIRO
OU FALSO

PARA ACABAR COM A PELE SECA, É IMPORTANTE
MANTÊ-LA HIDRATADA.

VERDADEIRO Verdadeito ou falso resposta certa

O eczema é provocado por uma deficiência na camada lipídica de proteção natural da pele (a sua função de barreira). Por este motivo, é importante manter a pele seca propensa ao eczema hidratada usando hidratantes direcionados, de forma regular e consistente, com produtos de cuidados da pele apropriados tal como o Lipikar Baume AP+M.
Saiba mais

COÇAR O ECZEMA
ACABA COM A COMICHÃO.

FALSO Verdadeito ou falso resposta errada

O ato de coçar desencadeia o ciclo vicioso da atopia: as unhas danificam a pele já de si frágil, permitindo que ainda mais alergénios e agentes irritantes penetrem na mesma, provocando um coçar mais vigoroso e uma pele cada vez mais danificada. O LIPIKAR Baume AP+M restabelece os lípidos na superfície da pele, ajudando a espaçar o surgimento das erupções e reduzindo para metade a comichão noturna.
Saiba mais

SECAR A PELE COM
UM SECADOR PODE AJUDAR A ALIVIAR O ECZEMA.

FALSO Verdadeito ou falso resposta errada

Este procedimento é ALTAMENTE desaconselhado. A secagem com um secador é um potencial desencadeador do eczema, que pode causar erupções através do "ataque" da pele e da destruição da camada lipídica que a protege, agravando o eczema provocado pela pele seca. E pior ainda, pode prejudicar a sua pele sensível.
Saiba mais

A DERMATITE ATÓPICA
PODE SER CONTAGIOSA.

FALSO Verdadeito ou falso resposta errada

A dermatite atópica ou eczema consiste numa doença genética e não é de todo contagiosa. O tratamento para os sintomas de dermatite atópica baseiam-se em substitutos do sabão, emolientes e corticosteroides tópicos.
Saiba mais

TAMBÉM TEMOS
UMA GAMA PARA ISSO

O LIPIKAR UREA é um leite corporal suavizante desenvolvido à base de uma fórmula especificamente concebida para combater a secura extrema e suavizar instantaneamente a pele escamosa. 
  • LaRochePosayBodyCareIsoUreaMDBaumePsoriasis100mlMoisturizingAntiDrynes
    Bálsamo para a psoríase
    Dispositivo médico
    ISO-UREA
    MD BALM PSORIASIS
    Saiba mais
  • La Roche Posay ProductPage Thermal Spring Water 300ml 3433422404403 Fr
    Um cuidado de pele diário essencial para a pele sensível, até mesmo a mais fragilizada: recém-nascidos, crianças, adulto...
    ÁGUA TERMAL
    Saiba mais

OS NOSSOS
COMPROMISSOS DE SEGURANÇA

Normas de segurança além dos regulamentos internacionais em matéria de produtos cosméticos.

laroche posay safety commitment product allergy tested model close up

PRODUTOS 100%
TESTADOS QUANTO A ALERGIAS

Ver mais
Um pré-requisito = zero reações alérgicas
Se detetarmos um único caso, voltamos ao laboratório e reformulamos
laroche posay safety commitment essential active dose product head

APENAS O ESSENCIAL,
NA DOSE ATIVA CERTA

Ver mais
Desenvolvidos em colaboração com dermatologistas e toxicologistas, os nossos produtos contêm unicamente os ingredientes necessários, na dose ativa certa.
laroche posay safety commitment sensitive skin model baby

TESTADOS
EM PELE MUITO SENSÍVEL

Ver mais
A tolerância dos nossos produtos é verificada na pele mais sensível: reativa, alérgica, propensa ao acne, atópica, danificada ou fragilizada por tratamentos oncológicos.
laroche posay safety commitment formula protection product head

PROTEÇÃO DA FÓRMULA
AO LONGO DO TEMPO

Ver mais
Selecionamos as embalagens mais protetoras associadas apenas aos conservantes necessários, para preservar a tolerância e a eficácia ao longo do tempo.