PROTETOR SOLAR E PREVENÇÃO DO CANCRO DA PELE: 
TUDO O QUE PRECISA DE SABER

Article Read Duration 10 min. de leitura

A exposição solar é a principal causa do cancro da pele, mas também é evitável. Faça com que a proteção solar seja uma parte da sua rotina diária com um protetor solar elevado UVA-UVB de largo espetro. O cancro da pele divide-se em 3 categorias principais: queratose actínica, carcinoma basocelular e melanoma. A utilização constante de protetor solar ao longo da vida reduz o risco de contração dos 3. Se tiver muitos sinais, está particularmente em risco de contrair cancro da pele, uma vez que 35% dos melanomas resultam de sinais existentes. Para verificar os seus sinais, utilize o método ABCDE:

A: Assimetria. O seu sinal é assimétrico?

B: Borda. O seu sinal tem uma borda irregular?

C: Cor. Será que o seu sinal tem cores diferentes?

D: Diâmetro. O seu sinal tem mais de 6 mm de diâmetro?

E: Evolução. O seu sinal está a mudar?

Se respondeu "sim" a qualquer uma das perguntas acima, deve consultar um dermatologista o mais rapidamente possível para uma verificação profissional do seu sinal. Se detetados suficientemente cedo, 90% dos cancros da pele são curáveis, razão pela qual a despistagem é tão importante.

A janela de tempo crítica para a prevenção do cancro da pele é a idade entre 0-20 anos, razão pela qual é particularmente importante proteger a pele na infância e adolescência e ensinar às crianças comportamentos inteligentes que as manterão saudáveis para o resto das suas vidas:

- Procurar a sombra entre as 11h e as 15h.

- Proteger a pele com chapéus, óculos de sol e roupa protetora.

- Aplicar generosamente um protetor solar UVA-UVB de proteção muito elevada de 2 em 2 horas.

As alegações de que os protetores solares causam cancro carecem de uma base de provas. Existe um conjunto esmagador de provas de que o protetor solar não só é seguro, como também reduz o risco de cancros como o melanoma.

RAIOS UV:
A PRINCIPAL CAUSA DE CANCRO DE PELE

O PROTETOR SOLAR PODE PRVENIR O CANCRO DA PELE

Hoje em dia, o risco de desenvolvimento de cancro da pele é de 1/1001. Férias mais prolongadas, a procura de destinos cada vez mais soalheiros, atividades ao ar livre e bronzeamento artificial ajudam a explicar este aumento no número de cancros de pele. Isto deve-se ao facto de a exposição solar ser a principal causa do cancro de pele. Estatísticas surpreendentes: Apenas 5 queimaduras solares com bolhas antes dos 20 anos de idade podem aumentar o risco de melanoma em 80%. Felizmente, com a proteção certa, as queimaduras solares são evitáveis. Por este motivo, é importante utilizar diariamente um protetor solar de largo espectro UVA-UVB para prevenir o cancro de pele.

 

O QUE É EXATAMENTE
O CANCRO DE PELE?

Os cancros de pele enquadram-se em 3 categorias principais:

- Queratose actínica ou queratose solar: Estas lesões muito comuns não são cancros de pele. Tratam-se de manchas escamosas de toque áspero que tendem a reaparecer na superfície da pele. Surgem após exposição prolongada e repetida ao sol. Indicam que a pele perdeu a sua capacidade natural de se proteger contra o sol e os seus raios UV. Algumas destas manchas podem conduzir ao desenvolvimento de cancro de pele. A queratose actínica pode ser evitada com a utilização de protetor solar ao longo da vida.

- Carcinoma basocelular: representam 90% dos cancros da pele e são causados principalmente pela exposição frequente e repetida ao sol durante a idade adulta. A deteção precoce significa que os carcinomas basocelulares podem ser tratados, uma vez que o seu crescimento é lento. Como os carcinomas basocelulares se encontram geralmente localizados no rosto, a deteção tardia pode provocar cicatrizes inestéticas. Portanto, é essencial que consulte um dermatologista no caso de detetar novas protuberâncias, saliências ou úlceras na pele. Para prevenir esta forma de cancro de pele, utilize diariamente protetor solar UVA-UVB de largo espetro, especialmente nas zonas expostas, como o rosto.

- Melanoma: Uma forma maligna de cancro de pele. Este é o tipo de cancro de pele mais perigoso porque pode colocar a vida do paciente em risco. Aparece como resultado de pequenos picos de exposição solar intensa, tais como as que provocam queimaduras solares. Assume a forma de manchas castanhas ou pretas na pele saudável e, em 35% dos casos, deriva de um sinal pré-existente. Se diagnosticado durante a primeira fase de desenvolvimento, pode ser completamente curada com tratamento médico. Se detetar uma lesão suspeita, é fundamental que consulte um dermatologista.

Clique AQUI para saber mais sobre o método ABCDE para a deteção do cancro da pele.

O QUE DETERMINA
O MEU RISCO DE CANCRO DA PELE?

USE PROTETOR SOLAR DE PROTEÇÃO ELEVADA SE SE ENQUADRAR EM QUALQUER UMA DESTAS CATEGORIAS

Vários fatores afetam o seu risco de desenvolver cancro de pele. Se os fatores abaixo indicados se aplicarem a si, deverá ser particularmente zeloso na utilização de protetor solar para prevenir o cancro de pele:

1. Tem uma pele clara (fototipo I ou II na escala Fitzpatrick*), que se bronzeia muito pouco e queima frequentemente.

2.Tem sardas ou sinais de aspeto irregular (tamanho, forma, cor).

3.Teve queimaduras solares graves quando criança ou esteve frequentemente exposto a luz solar intensa durante a infância e adolescência.

4.Tem antecedentes de cancro de pele na sua família.

Clique AQUI para uma visão geral da escala Fitzpatrick.

SINAIS E SOL:
UMA MÁ COMBINAÇÃO

PROTEJA OS SINAIS COM PROTETOR SOLAR PARA PREVENIR O CANCRO DA PELE

Entre a infância e a adolescência, a exposição solar influencia o número de sinais que podem surgir na pele, bem como o seu tamanho. Contudo, quanto mais sinais uma pessoa tiver, maior é o seu risco de desenvolver cancro de pele, dado que 35% dos cancros de pele se desenvolvem a partir de um sinal pré-existente2. É portanto essencial que proteja eficazmente as crianças e adolescentes do sol para minimizar o aparecimento de novos sinais. Além disso, a exposição excessiva de sinais existentes ao sol influencia o desenvolvimento de lesões que podem revelar-se cancerosas.

A mensagem a reter? A utilização de protetor solar previne o cancro da pele: Deve ser aplicado generosamente a cada 2 horas, especialmente na infância e adolescência, mas também ao longo da vida adulta. Se tiver muitos sinais na pele, deve prestar especial atenção à utilização de protetor solar para prevenir o cancro de pele.

O MEU SINAL É
CANCEROSO?

COMO VERIFICAR OS SEUS SINAIS USANDO O MÉTODO ABCDE

Os dermatologistas criaram o método ABCDE de verificação de sinais para detetar sinais potencialmente cancerosos. Se algum dos seguintes se aplicar ao(s) seu(s) sinal(ais), deverá consultar um dermatologista o mais rapidamente possível para uma verificação profissional.

A: Assimetria. O seu sinal é assimétrico?

B: Borda. O seu sinal tem uma borda irregular?

C: Cor. Será que o seu sinal tem cores diferentes?

D: Diâmetro. O seu sinal tem mais de 6 mm de diâmetro?

E: Evolução. O seu sinal está a mudar?

CANCRO DE PELE:
A DETEÇÃO PRECOCE É FUNDAMENTAL

Quando detetados precocemente, 90% dos cancros da pele são curáveis. É por isso que a despistagem é tão importante. Se notar um sinal novo, ou um sinal que esteja a ficar com um  aspeto diferente, ou se nunca tiver feito uma verificação completa a todos os sinais do seu corpo, recomendamos fortemente que consulte um dermatologista. Lembre-se, quanto mais cedo for diagnosticado o cancro de pele, maior é a probabilidade de sucesso no tratamento. Entre as visitas ao dermatologista, use esta página para vigiar os seus sinais e os dos seus entes queridos. E, obivamente, faça do protetor solar um elemento obrigatório da sua rotina diária para proteger os seus sinais  e prevenir o cancro de pele.

USAR PROTETOR SOLAR NA INFÂNCIA
PREVINE O MELANOMA NO FUTURO

Os dermatologistas concordam que a janela de tempo crítica para a prevenção do cancro da pele é entre os 0-20 anos. 86% dos melanomas são atribuídos à exposição excessiva aos raios UVA e UVB, sendo que 80% dos danos de pele causados pelo sol ocorrem antes dos 18 anos de idade. É por isso que um comportamento seguro na infância e adolescência é essencial para salvaguardar a saúde no futuro, inclusive décadas mais tarde. Por esta razão, é importante educar as crianças com comportamentos inteligentes desde a mais tenra idade, a fim de as tornar autónomas na proteção da sua pele. O básico:

- Procurar a sombra entre as 11h e as 15h, quando o sol está mais intenso.

- Usar vestuário protetor como chapéu, óculos de sol, camisolas de manga comprida, etc.

- Aplicar generosamente protetor UVA-UVB elevado de 2 em 2 horas ou depois de nadar, se limpar com uma toalha ou transpirar.

Para informações detalhadas sobre como proteger as crianças do sol, clique AQUI.

QUE PROTETOR SOLAR DEVO USAR
PARA PREVENIR O CANCRO DA PELE?

Na La Roche Posay, estamos empenhados em ajudá-lo/a a fazer tudo o que estiver ao seu alcance para prevenir o cancro da pele. Isto inclui oferecer-lhe a mais avançada tecnologia de proteção solar à disposição no mercado: Anthelios.

ANTHELIOS PROTETOR SOLAR, PARA COMBATER O CANCRO DA PELE

Recomendada por 25.000 dermatologistas em todo o mundo, a gama de proteção solar Anthelios de espectro elevado, contém a nossa tecnologia patenteada XL Protect, o resultado de uma pesquisa exaustiva e de uma extensa documentação clínica.

Anthelios oferece uma proteção ótima contra os raios UVA e UVB e inclui uma variedade de texturas para se adaptar a diferentes situações. Concebida para confortar e proteger inclusivamente os tipos de pele mais sensíveis, está disponível num creme colorido de rápida absorção, um fluido ultraleve, um gel-creme para pele oleosa, um leite hidratante e uma fórmula suave desenvolvida especificamente para crianças. Faça do protetor solar parte da sua rotina diária e verifique regularmente os seus sinais para minimizar ao máximo o risco de cancro.

O PROTETOR SOLAR
PODE CAUSAR CANCRO?

O PROTETOR SOLAR É SEGURO?

A segurança dos protetores solares é atualmente tema de muitas discussões online. Recentes alegações têm até sugerido que os protetores solares podem realmente causar cancro. Mas se olharmos para as provas científicas existentes, essas alegações são totalmente infundadas.

Facto: Nenhum dado publicado até à data revela quaisquer efeitos adversos na saúde humana devido à utilização regular de protetor solar4. A segurança dos protetores solares tem sido investigada em laboratórios e em indivíduos vivos há muitos, muitos anos. Os resultados destes estudos oferecem provas convincentes de que os protetores solares são ao mesmo tempo seguros e eficazes.

PODE O PROTETOR SOLAR CAUSAR CANCRO DA PELE?

Vários estudos científicos têm refutado as alegações de que os protetores solares podem causar melanoma. Avaliações exaustivas de milhares de pessoas demonstraram categoricamente que a utilização de protetor solar não aumenta a probabilidade de uma pessoa desenvolver melanoma.5,6

Facto: O sol provoca cancro de pele. Sabemos com certeza que o sol - ou radiação UV - provoca cancro da pele e o protetor solar protege contra o melanoma. No caso do melanoma, 86% dos casos devem-se a uma exposição excessiva aos raios solares. O Journal of Clinical Oncology publicou um estudo clínico de 2011 com mais de 1.600 indivíduos, o qual demonstra que o uso regular de protetor solar reduziu a incidência do melanoma entre 50-73%.

Facto: Proteger a sua pele diariamente e verificar regularmente os seus sinais ajudará a minimizar o seu risco de cancro da pele.

VERDADEIRO
OU FALSO

verdadeiro ou falso la roche posay

NÃO PRECISAS DE USAR
PROTEÇÃO SOLAR
QUANDO ESTÃO NUBLADO. 

FALSO Verdadeito ou falso resposta errada

Mesmo em dias cinzentos e chuvosos, a pele está exposta aos raios ultravioleta que gradualmente provocam o fotoenvelhecimento prematuro. Para proteger totalmente sua pele, escolha usar protetor solar todos os dias, não apenas quando está sol e calor.
Saiba mais
verdadeiro ou falso dermatologia

O SOL FAZ COM QUE
A SUA PELE ENVELHEÇA PREMATURAMENTE.

VERDADEIRO Verdadeito ou falso resposta certa

Os raios UVA destroiem a rede de suporte da nossa pele, tais como o colágeno e a elastina. Com o tempo, a exposição solar causa a perda de gordura e elasticidade, bem como rugas. Os raios UVB também estimulam a produção de pigmentos desiguais e irregulares, criando a manchas escuras e pele baça. Globalmente, estas alterações na pele são conhecidas como fotoenvelhecimento.

Saiba mais
Sample

ROUPA ESCURA 
É A MELHOR OPÇÃO
PARA NOS PROTEGERMOS DO SOL

VERDADEIRO Verdadeito ou falso resposta certa

De facto, cores escuras e intensas, como preto, azul marinho, vermelho ou verde esmeralda, fornecem mais proteção UV do que branco ou cores pastéis. Por isso, certifique-se de trazer algumas peças de roupa de cor escura quando fizer as malas para as suas próximas férias!

Saiba mais

DESCUBRA A NOSSA GAMA
DE PROTEÇÃO SOLAR

ANTHELIOS é a gama pioneira no mercado de protetores solares. O seu amplo espectro de proteção muito elevada é o resultado de mais de 25 anos de investigação clínica avançada em proteção solar e pele sensível ao sol.

OS NOSSOS
COMPROMISSOS DE SEGURANÇA

Exigências de seguranças para além das regulamentações internacional para os cosméticos.

laroche posay safety commitment product allergy tested model close up

PRODUTOS 100%
TESTADOS CONTRA ALERGIAS

Ver mais
Um pré-requisito = zero reações alérgicas 
Se detetarmos um único caso, regressamos ao laboratório e reformulamos
laroche posay safety commitment sensitive skin model baby

TESTADOS
EM PELE MUITO SENSÍVEL

Ver mais
A tolerância dos nossos produtos é testada na pele mais sensível: reativa, alérgica, propensa a acne, atópica, danificada ou enfraquecida por tratamentos oncológicos.
laroche posay safety commitment essential active dose product head

APENAS O ESSENCIAL,
NA DOSAGEM CERTA

Ver mais
Desenvolvidos em colaboração com dermatologistas e toxicólogos, os nossos produtos contêm apenas os ingredientes necessários, na dose ativa ideal.
laroche posay safety commitment formula protection product head

CONSERVAÇÃO DA FÓRMULA
AO LONGO DO TEMPO

Ver mais
Selecionamos apenas os conservantes estritamente necessários associados às embalagens mais protetoras para garantir a tolerância intacta e a eficácia do produto ao longo do tempo.