Centre-se em ...

Unhas partidas, estrias, micoses… as diferentes doenças das unhas

Resources\Visuels\V4\Headers\Articles\INT\v_header_focuson_default.jpg

O contacto frequente com a água, produtos detergentes e raios UV são agressões repetidas muito fortes que fragilizam as unhas. Estas tornam-se moles, quebradiças, estriadas, acabando por partir. Existem alguns gestos que podem trazer de volta as unhas sólidas e de boa saúde…

Sintomas

Quando a unha se parte e divide

5.5 Focus on nail disorders_illu 1

A unha, como o cabelo, é constituída por placas de queratina, uma proteína fibrosa. Esta forma-se na matriz, profundamente implantada no dedo, que produz as células de queratina necessárias ao seu desenvolvimento. A parte visível da unha chama-se lâmina ungueal. Todos os dias, a unha cresce cerca de 1mm. Por vezes, a unha fragiliza-se devido a agressões físicas ou químicas diárias; torna-se mole, quebradiça e parte. Começam a formar-se estrias, sulcos paralelos mais ou menos marcados na largura ou comprimento da unha. Por fim, surgem doenças como as micoses que se instalam ao nível da unha. Uma onicomicose - micose da unha -  caracteriza-se pelo espessamento e alteração da cor da unha.

Causas

Os inimigos da unha: a água, os produtos detergentes, o frio…

Existem vários factores responsáveis pela fragilização da unha, começando pelo contacto frequente ou prolongado com a água. Como a estrutura da unha é, por natureza, porosa, a água agrava essa vulnerabilidade; faz inchar as camadas de queratina, dissocia-as e seca-as. Esta fragilidade pode ter outras origens:  

  • o envelhecimento
  • as predisposições genéticas
  • as dermatoses (psoríase, etc.)
  • a onicofagia (roer as unhas)
  • o uso de produtos detergentes
  • o frio ou o calor excessivo
  • os raios UV
  • as manicures agressivas
O responsável pela micose tem por nome candida albicans; trata-se de um fungo que parasita a unha; um micro-organismo que pode provocar uma paroníquia, ou inflamação da pele à volta da unha.

Cuidados

Gestos essenciais para umas unhas sólidas

Para evitar a fragilização da unha, recomenda-se:

  • secar bem, mãos e unhas, após cada lavagem;
  • hidratar bem, mãos e unhas, sobretudo em períodos de muito frio ou ressequimento;
  • proteger as mãos com luvas, sempre que utilizar-se produtos detergentes
  • uma alimentação equilibrada, uma vez que as carências nutricionais fragilizam a unha
  • não roer as unhas ou mordiscar as peles à volta das unhas
  • evitar os produtos cosméticos inadaptados (dissolventes muito abrasivos...)
Por fim, em caso de micose das unhas, e caso a doença esteja limitada, a aplicação de um gel ou de um verniz antifúngico pode ser suficiente. Caso esta se propague, o médico poderá prescrever um tratamento por via oral.

Não hesite em consultar um dermatologista para mais informações.

  • Facebook
  • Pin

Recomendada para si

See all articles