Testemunhos

"Não cometi os mesmos erros com o Sol durante a minha 2ª gravidez"

Resources\Visuels\V4\Headers\Articles\INT\v_header_testimonies_default.jpg

Durante a primeira gravidez, Marie ficou com rosto coberto de manchas castanhas, designadas por cloama (pano de gravidez). Na 2ª gravidez evitou este tipo de desconforto, protegendo-se do Sol. Deixou-nos o seu testemunho.

Contexto

Maria, porque julga ter surgido o cloasma?

Como sou loura de olhos claros, nunca pensei vir a ter "pano". Pensei mal: apercebi-me disso quando fui à Bretanha, estava eu grávida de 2 meses.

Sintomas

Em que momento surgiu o cloasma?

Numa manhã, ao levantar-me, apercebi-me de um traço castanho por cima do lábio, como se fosse café. Fiz tudo o que tinha ao alcance para proteger a minha pele com um ecrã total! Afinal, dei comigo com um "belo" pano no rosto, precisamente na zona do buço! Aí ficou, sem qualquer receita milagrosa para o fazer desaparecer. No ano passado, voltei a ficar grávida. Desta vez, não cometi os mesmos erros com o Sol!

A solução

Como, não cometeu os mesmos erros com o Sol?

Consultei um dermatologista. Explicou-me que o cloasma estava associado às hormonas e que as mulheres grávidas deveriam estar particularmente atentas. Não me obrigou a fugir do Sol, mas sim a aplicar um ecrã total; e a permanecer mais tempo junto à água do mar, excelente para a circulação. No regresso à cidade, continuei a aplicar no rosto o meu ecrã total. Segui os conselhos e o cloasma não voltou a aparecer.

  • Facebook
  • Pin

Recomendada para si

See all articles