Centre-se em ...

A dermatite atópica, uma patologia que afecta a pele muito seca

Resources\Visuels\V4\Headers\Articles\INT\v_header_focuson_default.jpg

O eczema atópico, também designado por dermatite atópica, é cada vez mais frequente. Durante as crises, a pele dá comichão, humedece e forma crostas. A caça aos alergenos e a aplicação de cremes emolientes são eficazes no espaçamento das crises..

Sintomas

Uma doença de pele cada vez mais frequente

Outrora chamado eczema constitucional, a dermatite atópica é uma doença de pele frequente. Normalmente surge aos três meses de idade, mas pode surgir mais cedo. Nos lactentes, a dermatite atópica afecta a pele do rosto, sobretudo as maçãs do rosto e o queixo. Quando a criança cresce, as lesões localizam-se sobretudo ao nível do pescoço e da pele das articulações (cotovelos, pulsos, parte detrás dos joelhos). As crises são intercaladas por fases de remissão, começando frequentemente com uma simples vermelhidão acompanhada de prurido. A pele fica muito rugosa em zonas localizadas, humedecida, começa a formar crostas.

Causas

Na origem, uma secura cutânea severa

A dermatite atópica desenvolve-se num terreno genético predisposto. Em pessoas com este tipo de problema, o sistema imunitário é muito reactivo. Para além disso, a pele atópica apresenta uma secura cutânea constitucional severa. Devido à alteração da barreira cutânea, os alergenos presentes no ambiente penetram mais profundamente na epiderme; estimulam o sistema imunitário que reage de modo excessivo. Os sinais clínicos de eczema atópico são: prurido (comichão), inflamação e exsudação. Os factores ambientais também podem explicar o claro aumento da dermatite atópica nos últimos anos: poluição, tabagismo passivo, etc.

Cuidados

O tratamento: dermocorticóides e cremes emolientes

Para as crises, os dermatologistas prescrevem cremes ou pomadas à base de corticóides: os chamados dermocorticóides, que permitem corrigir as lesões desde o seu aparecimento.Assim que as lesões desaparecem, os cremes emolientes ajudam a hidratar bem a pele, por natureza, muito seca. Deste modo, previnem as crises. Os cremes indicados para a pele atópica aplicam-se uma a duas vezes por dia, em todo o corpo.
Para reduzir as crises, recomenda-se:

  • preferir o duche ao banho
  • a utilização de gel de limpeza suave, sem sabão, nem perfume
  • a escolha de roupas de algodão, em vez de lã ou materiais sintéticos
  • manter uma temperatura fresca no quarto
Os sinais de dermatite atópica desaparecem, geralmente, antes da adolescência.

Não hesite em contactar um dermatologista, para mais informações.

  • Facebook
  • Pin

Recomendada para si

See all articles