3 questões ao Especialista

A prevenção é a melhor forma de combater as queilites

Resources\Visuels\V4\Headers\Articles\INT\v_header_3questions_default.jpg

As queilites são inflamações da pele dos lábios, sob a influência de vários factores externos. Normalmente, a pele dos lábios é suave e muito pouco queratinizada, podendo tornar-se seca com descamação córnea à superfície. Este fenómeno desencadeia um estado de desconforto para o paciente.

Como se apresentam os lábios de um paciente com queilite?

A mucosa está seca, com pequenos fragmentos de células córneas a soltarem-se.

Nos casos mais significativos, existem fissuras transversais dolorosas. O ressequimento provoca sensações desagradáveis de queimadura. Os pacientes têm tendência para compensar o ressequimento com a passagem frequente da língua nos lábios, agravando a situação. Por vezes, é a pele do contorno dos lábios que que está irritada, seca, vermelha e com fissuras.

Porque razão a pele dos lábios fica danificada?

Os lábios são muito sensíveis às condições exteriores.

O frio e o Sol são os primeiros da lista de factores que podem desencadear uma queilite. Os pequenos fragmentos de mucosa seca são, muitas vezes, arrancados pelos pacientes, provocando uma inflamação grave da queilite. Também pode observar-se intolerância aos sticks labiais ou batons, com substâncias potencialmente alergizantes. Estas substâncias podem desencadear eczemas labiais, que acabam por alastrar em todo o contorno da boca. Por vezes, a causa deste tipo de ressequimento é medicamentosa.

Como combater as queilites?

A prevenção é, sem dúvida, a melhor solução.

Recomendo aos meus pacientes a utilização de um protector labial neutro, gordo e sem agentes potencialmente alergizantes (conservantes, baume du Pérou) logo que começa o frio. Na montanha, ou durante a exposição solar de Verão, deve utilizar-se protectores labiais com filtros solares. Devem evitar-se os hábitos de raspar ou lamber os lábios. Quando a pele dos lábios já está fissurada, recomenda-se a aplicação de cicatrizantes de elevada tolerância. No caso de eczemas de contacto, deve identificar-se o agente responsável e interromper a utilização.

  • Facebook
  • Pin

Recomendada para si

See all articles