Testemunhos

"Depois de anos com alergias, finalmente posso voltar a apanhar Sol!"

Resources\Visuels\V4\Headers\Articles\INT\v_header_testimonies_default.jpg

Desde os 18 anos de idade que Matilde sofre de lucite estival crónica. De tal modo que, após algumas tardes infelizes ao Sol, decidiu não voltar a repetir a experiência. Até que a aconselharam a utilizar protectores solares dermatológicos, eficazes contra os UVA e os UVB.

Contexto

Matilde, em que contexto surgiu a sua lucite?

Passo sempre as férias na casa dos meus pais, junto ao mar. No Verão em que fiz 18 anos, apareceram-me pequenas borbulhas no peito, nos antebraços e nos ombros. Pensei tratar-se de uma reacção pontual ao Sol. Esperei que as pequenas borbulhas desaparecessem e continuei a apanhar Sol, durante o resto do Verão.

Sintomas

Os sintomas desapareceram com o tempo?

Nem por isso… pioraram! Como adoro Sol, gosto de aproveitar o mínimo raio. A cada exposição, as reacções ficaram mais rápidas e mais intensas, com cada vez mais borbulhas e comichão! Acabei por concluir que a minha pele não suportava mesmo o sol e que devia evitá-lo definitivamente.

A solução

Não encontrou uma solução?

Acedi a um fórum, onde um internauta contou que tinha o mesmo problema. Aparentemente, tratava-se de uma lucite estival. Aconselhou-me consultar um dermatologista. Nessa consulta, foi-me prescrito um protector solar adaptado com FPS 50, a ser comprado na farmácia. Passaram-se 2 anos sem qualquer problema! (mesmo não passando o dia inteiro a torrar ao Sol!!!!).  Depois de anos com alergias, finalmente posso voltar a apanhar Sol!

  • Facebook
  • Pin

Recomendada para si

See all articles