0
De volta para laroche-posay.pt
Save your skin

Tudo o que sempre quis saber sobre sinais...

Um sinal, também chamado nevo, consiste numa massa de células acastanhadas geralmente encontradas na pele ou em membranas mucosas. Conhecidas como melanócitos, estas células estão por trás do bronzeado ou da pele escura. As crianças não têm sinais quando nascem. Estes começam a surgir entre os seis meses e um ano de idade e, depois, continuam a surgir até à idade adulta.

\\SRV-PUBLIC-2015\Applications\Site-LRP-Inter-V4\Maquettes\online\includeV4\images-dyn\saveyourskin\v_article_30933.jpg

Sinais e sol: uma má combinação

Entre a infância e a adolescência, a exposição ao sol influência o número de sinais que podem aparecer na pele, bem como o seu tamanho. No entanto, quanto mais sinais a pessoa tiver, maior o risco de desenvolver cancro da pele, uma vez que 35% dos cancros de pele surgem de um sinal pré-existente1. É, desde modo, essencial proteger eficazmente as crianças e adolescentes do sol, para minimizar o aparecimento de novos sinais. Além disso, a sobre-exposição ao sol de sinais já existentes influência o desenvolvimento de lesões que podem tornar-se cancerosas. É, então, também importante adotar bons hábitos para proteger os seus sinais dos raios UVA e UVB, tal como faz com a sua pele.

Proteja os seus sinais

Para corresponder a estas necessidades particularmente exigentes, o laboratório La Roche-Posay formulou a gama de protetores solares Anthelios, que combinam elevada proteção UVA e UVB. Anthelios apresenta-se em diversas texturas para ir ao encontro das necessidades e expectativas das peles mais sensíveis. Está à procura de um creme corado de rápida absorção, um gel fluido extra-leve, um leite cremoso ou um protetor solar especialmente pensado para a pele das crianças? Visite o diagnóstico solar para descobrir qual a proteção que melhor de adequa a si.

Para o ajudar a manter-se vigilante e prestar atenção aos seus sinais, o Mole Checker desenvolvido pela La Roche-Posay permite-lhe mapear e monitorizar a sua evolução entre consultas no dermatologista. Lembre-se, quanto mais cedo o cancro da pele é detetado, maior é a probabilidade de ser curado.

Bons hábitos para uma elevada proteção durante a exporsição ao sol

Uma vez que 50 a 70% dos cancros de pele são causados por sobre-exposição aos raios UVA e UVB, é essencial seguir algumas regras simples, para além de aplicar o protetor solar:

  • p.p1 {margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 11.0px Calibri} Evite expor-se ao sol entre as 12h e as 16h
  • Opte pela sombra em vez da exposição direta
  • Renove a aplicação de protetor solar a cada duas horas
  • Diminua ao máximo a exposição das crianças ao sol, uma vez que a sua pele é muito mais sensível do que a dos adultos. Roupa (chapéu, t-shirts e óculos de sol) continua a ser a melhor proteção contra os raios UV

1 Syndicat National des Dermatologues-Vénérologues (National Union of Dermatologists-Venereologists).

  • Facebook
  • >Pin

Previna o cancro cutâneo