Centre-se em ...

Pele sebodescamativa do rosto: uma patologia crónica, mas não uma fatalidade

Resources\Visuels\V4\Headers\Articles\INT\v_header_focuson_default.jpg

As placas sebodescamativas são uma dermatose crónica que se manifesta através do aparecimento de descamação e vermelhidões no rosto. Apesar de existirem alguns cuidados adaptados, a sua origem ainda não é bem conhecida.

Sintomas

Os sintomas

V_1 9 Focus on facial sebaceous scaly patches_illu 1

As placas sebodescamativas (ou dermite seborreica) são uma dermatose crónica frequente. No rosto, manifesta-se através do aparecimento de placas vermelhas, nomeadamente nas zonas mais ricas em sebo: narinas, sobrancelhas ou ainda na testa e linha do couro cabeludo. No couro cabeludo, estes sintomas podem fazer-se acompanhar por películas. A dermite seborreica afecta, sobretudo, homens adultos entre os 18 e os 40 anos. Também pode surgir em lactentes, a partir da segunda semana após o nascimento. No bebé, manifesta-se através da famosa "crosta láctea" no rosto e couro cabeludo.

Causas

Uma origem ainda mal conhecida

A origem real das placas sebodescamativas é pouco conhecida. No entanto, parece que uma levedura, naturalmente presente na pele, a Malassezia, é a responsável. A presença de sebo em quantidade significativa em determinadas zonas da pele, favorece o seu desenvolvimento. Este estado agrava-se quando as defesas imunitárias do organismo estão enfraquecidas.

Cuidados

Impedir o desenvolvimento das placas sebodescamativas

Apesar de existirem tratamentos eficazes, as placas sebodescamativas são uma doença crónica. Para beneficiar destes tratamentos, é importante consultar um dermatologista. Apenas ele pode prescrever um plano de tratamento adaptado. Aos cuidados, na sua generalidade, compostos por antifúngicos locais ou dermocorticóides, convém associar-se dermocosméticos de aplicação diária, para optimizar a sua eficácia. Por exemplo, limpar o rosto com uma base de limpeza suave e utilizar um creme de dia adaptado.

Não hesite em consultar um dermatologista, para ajudá-la(o) a combater esta patologia.

  • Facebook
  • Pin

Recomendada para si

See all articles