0
De volta para laroche-posay.pt
Save your skin

Mulheres grávidas e o sol: o risco da máscara de gravidez.


\\SRV-PUBLIC-2015\Applications\Site-LRP-Inter-V4\Maquettes\online\includeV4\images-dyn\saveyourskin\v_article_30946.jpg

Durante a gravidez, o corpo feminino aumenta o número de hormonas femininas, o que leva a um aumento da produção de melanina. Se a pele se encontra exposta ao sol durante este período, pode ocorrer hiperpigmentação no rosto. É a denominada máscara da gravidez, ou cloasma.

Sintomas

A influência das hormonas…

A máscara da gravidez afeta a maioria das mulheres, iniciando-se no quarto mês de gravidez. A gravidez leva o corpo feminino a produzir uma quantidade significativamente maior de hormonas femininas (estrogénios), que levam também a um aumento da síntese de melanina. Esta hipersegmentação surge como manchas acastanhadas ou acizentadas, normalmente no centro da testa, no queixo e em redor da boca. Assume a forma de manchas pigmentadas castanhas e de forma irregular.

Origens

… e o sol

A exposição solar aumenta consideravelmente o risco de desenvolver a máscara da gravidez. Desta forma, a exposição realizada num dia de céu limpo pode promover um excesso de produção de melanina, que é suficiente para desencadear o fenómeno de cloasma. Em princípio, as manchas desaparecem seis meses após o nascimento. No entanto, o risco de uma recaída numa próxima gravidez é superior. Assim, é preferível prevenir o aparecimento da máscara da gravidez.

Tratamentos

Para prevenir a máscara da gravidez

Para prevenir o aparecimento da máscara de gravidez, siga uma regra: proteja a sua pele todos os dias, mesmo na cidade. O objetivo não é esconder-se do sol, mas sim seguir pequenas regras quando exposto ao sol

  • Use um chapéu
  • Proteja a sua pele com um protetor solar de proteção completa
  • Aplique o creme a cada duas horas
  • Durante a tarde, em casa, use um creme anti-pigmentação para prevenção

Todas estas precauções devem ser tomadas em linha de conta, independentemente da altura do dia

Não hesite em questionar o seu dermatologista sobre mais informações

  • Facebook
  • >Pin

Previna o cancro cutâneo