Observe os seus sinais e os daqueles com quem se preocupa.
Tão fácil como ABCDE.
  • de ASSIMETRIA
  • de BORDO
  • de COR
  • de DIÂMETRO
  • de EVOLUÇÃO
DESCARREGAR O MÉTODO ABCDE

CANCRO DA PELE: O QUE É?

O cancro da pele pode surgir de inúmeras formas e em direrentes feitios, com níveis variáveis de gravidade. Em geral, existem três tipos de lesões a que se deve estar atento:

  • Queratose actínica ou queratose solar: Estas lesões muito comuns não são cancros da pele. São manchas escamosas àsperas ao toque e que tendem a recorrer na superfície da pele. Estas surgem após uma exposição ao sol prolongada e repetida. Indicam que a pele perdeu a sua capacidade natural de se proteger contra o sol e os raios UV. Algumas desta manchas podem levar ao desenvolvimento de cancro da pele.
  • Carcinoma: Representam 90% dos cancros da pele e são causados, sobretudo, por exposição frequente e repetida ao sol durante a idade adulta. Como os carcinomas crescem devagar, a deteção precoce significa que os carcinomas podem ser tratados. Uma vez que os carcinomas se localizam geralmente no rosto, a deteção tardia pode levar a cicatrizes inestéticas. Logo, é essencial que consulte um dermatologista no caso de ter algumas dúvidas.
  • Melanoma: Um tumor maligno. É o tipo de cancro da pele mais perigoso pois pode colocar a vida do doente em risco. Surge como resultado de exposições solares curtas e intensas como aquelas que causam escaldões. Assume a forma de manchas castanhas ou pretas em pele saudável. Em 35% dos casos, incide sobre um sinal pré-existente. Diagnosticado durante a primeira fase de desenvolvimento, pode ser curado por completo com tratamento médico. Se descobrir uma lesão suspeita, é vital que consulte um dermatologista.

RAIOS UV ARTIFICIAIS: UM MODO SEGURO DE SE BRONZEAR?

O bronzeado natural é um mecanismo de defesa contra os raios UVB. Os solários, por sua vez, usam raios UVA indolores e insidiosos. Os raios UVA que produzem bronzeados falsos são responsáveis pelo envelhecimento prematuro da pele e aumentam o risco de desenvolvimento de cancro da pele.

BONS HÁBITOS PARA UMA EXPOSIÇÃO SOLAR MAIS SEGURA

  • Evite a exposição ao sol durante as horas em que a luz do sol é forte: 50 a 70% dos cancros da pele estão ligados à sobreexposição aos raios UVB e UVA.
  • Reduza a exposição solar das crianças: 80% dos danos cutâneos causados pelo sol ocorrem antes dos 18 anos. Os danos causados por expor a sua pele ao sol e a luz solar forte entre a infância e a idade adulta leva ao desenvolvimento de cancro da pele.
  • Use um protetor solar de fator elevado que proteja contra os raios UVB e UVA. Lembre-se de voltar a aplicar a cada duas horas e use óculos escuros e chapéu.
  • Consulte um dermatologista se surgir uma lesão cutânea ou se observar qualquer alteração num sinal. Entre consultas, mantenha-se vigilante e controle os seus sinais com o Verificador de Sinais!

NÚMERO

90%dos cancros de pele podem ser curáveis se
tratados atempadamente*.
* Syndicat National des Vénérologues (Sindicato Nacional de Venereologistas), 3/10/2008.

A LA ROCHE-POSAY ENVOLVE-SE

A MINHA AUTO-ANÁLISE

Visite myskincheck.org

v_push_skincheck.jpg