#FreeFromSpots

A nossa dermatologista juntou-se com 15 influencers para desvendarem os mitos sobre a acne

Dicas de especialistas

Borbulhas:
espremer ou não espremer, eis a questão...

v_article-to-pop-or-not.jpg

Imagina a situação. É o teu grande dia. Um encontro, uma festa, uma entrevista de emprego... Saltas para o duche para inciar a tua rotina quando algo salta à vista no espelho. E aí está ela, vermelha, com relevo, pronta a rebentar. Mesmo na ponta do nariz...


O primeiro reflexo? Espremer o visitante indesejado até desaparecer! No entanto, os dermatologistas têm vindo a dizer o mesmo aos seus pacientes há décadas: não tocar nas borbulhas! Então por que razão não se deve espremer as borbulhas com as unhas? Pedimos à Dra. Alexandra Osório, dermatologista, que nos desse a sua opinião especializada.  "Recomendo sempre aos meus pacientes que resistam ao desejo de rebentar as borbulhas. Parece uma solução rápida mas, na realidade, a probabilidade de vir a agravar o problema é maior."


Eis a razão: quando esprememos uma borbulha, estamos literalmente a rasgar a pele.  Tal pode danificar o folículo infetado e aumentar a inflamação. Isso é o que os dermatologistas mais receiam, porque a intensa inflamação provoca as cicatrizes da acne. Poder-se-á também espalhar a infeção original nas zonas circundantes da pele ou, inclusivamente, introduzir uma nova infeção através das unhas.


"A verdade é simplesmente esta, rebentar borbulhas é um hábito prejudicial e deve ser evitado." E aqui tem.  Por vezes, um pouco de força de vontade e paciência acaba por compensar. E não te esqueças que tens um vasto arsenal de ingredientes para combater a acne na tua farmácia local. Por isso, tens nas tuas mãos a solução para o problema... só que não literalmente.


Clica aqui para obtees mais informação sobre os principais eliminadores de manchas.

  • Facebook
  • Pin